chega de dividas
19 de outubro de 2017

Chega de dívidas!

Chega de dívidas!
Descubra como você pode negociar pelas melhores condições do mercado.

Segundo artigo da UOL, a internet facilitou a forma de negociar as dívidas.
Algumas empresas credoras abrem novos canais de negociação que facilitam a vida do consumidor evitando constrangimentos, atendentes mal preparados, filas e burocracia.

Pensou em quitar suas dívidas? Conte com a QueroQuitar!
Somos uma nova forma de negociar que oferece a possibilidade de fechar acordos com até 80% de desconto e parcelamento até 36 vezes.

Veja Materia completa da UOL

Resolvendo suas dívidas
11 de outubro de 2017

Saindo do vermelho: 5 dicas para renegociar e sair das dívidas!

O cenário econômico do Brasil tem passado por algumas dificuldades que acabam refletindo nas finanças dos brasileiros, aumentando o endividamento. O ideal é sempre ter um bom planejamento financeiro para evitar essas situações, contudo, quando acontecer, é preciso buscar formas de sair das dívidas.

Para ajudar nessa situação, preparamos este texto com 5 dicas para você renegociar suas dívidas e sair do vermelho. Continue a leitura!

1. Elabore uma proposta antes de negociar

Antes de buscar a empresa para renegociar — ou se manifestar sobre uma proposta já recebida — é preciso ter alguns cuidados. O primeiro passo é analisar o contrato e verificar se está tudo certo, quais são os valores devidos, taxas cobradas e se tudo está de acordo com a lei. Caso constate alguma irregularidade, isso poderá ser conversado durante uma negociação.

Feito isso, é preciso calcular o total devido e verificar as possibilidades, considerando a sua renda mensal e quanto desse valor é possível dispor para arcar com o pagamento de eventual parcelamento da dívida.

Com esses dados em mãos, elabore uma proposta com a qual você possa se comprometer, para não se endividar novamente, e procure a empresa para solicitar a renegociação ou fazer uma contraproposta à oferta já recebida.

2. Peça a redução dos juros

Contas atrasadas costumam ter um valor expressivo de juros, principalmente em contratos de empréstimo e financiamento. O credor não é obrigado a reduzir o valor, mas visando a recuperação do crédito a empresa pode aceitar a proposta ou, ao menos, oferecer alternativas para o consumidor.

Em caso de recusa, você também pode solicitar a redução do valor e o aumento da quantidade de parcelas. Em alguns casos, visando uma quitação mais rápida, as empresas acabam cedendo e reduzindo o total da dívida.

É importante não se intimidar com a pressão do credor e recusar propostas que não sejam possíveis de cumprir. Tente sempre apresentar alternativas e demonstrar a intenção de adimplir com a obrigação, deixando claro os seus limites e possibilidades.

3. Ofereça o pagamento à vista, se possível

Uma possibilidade que permite maior flexibilidade das empresas na negociação de valores é a quitação à vista. Normalmente, as renegociações envolvem parcelamentos e, consequentemente, o risco de uma nova inadimplência. Por isso, essas propostas costumam ser bastante atrativas  para o credor.

Se possuir uma reserva financeira que permita o pagamento integral, é uma boa oportunidade para renegociar os valores. A manutenção da dívida terá a incidência de juros, fazendo com que ela aumente gradativamente, além de outras consequências, como a negativação do nome e restrição de crédito.

Desse modo, mesmo precisando utilizar o dinheiro guardado, realizar o pagamento à vista pode ser uma boa opção para sair das dívidas e, muitas vezes, garantir um bom desconto.

4. Busque informações sobre os seus direitos

Se surgir qualquer dúvida a respeito dos seus direitos ou de eventual abusividade do contrato e dos meios de cobrança, é fundamental buscar informações. É possível fazer isso por meio dos órgãos de defesa do consumidor ou advogados.

Caso sinta que está sendo lesado, procurar auxílio é essencial para entender e exercer os seus direitos. Estando ciente de todos esses fatores, você estará mais preparado para a negociação, principalmente diante de eventual pressão do credor.

5. Negocie pela internet em sites de empresas especializadas

Atualmente, existem empresas com foco em renegociação que fornecem um canal para que devedor e credor conversem e busquem um acordo, permitindo que o consumidor recupere sua saúde financeira, enquanto o credor recupere o crédito.

Elas oferecem, basicamente, uma mesa de negociação on-line, tornando o contato entre as partes bem mais simples. Não há interferência de terceiros, nem das conhecidas empresas de cobrança. Desse modo, a conversa acontece entre o devedor e o credor, que poderão buscar a melhor forma de resolver o problema.

Fazendo isso, é possível encontrar caminhos para renegociar os seus débitos e regularizar a sua situação financeira.

Gostou das nossas dicas para sair das dívidas? Já passou por essa situação? Deixei seu comentário e compartilhe a sua experiência!

7 de outubro de 2017

10 dicas para ter um melhor relacionamento com seu dinheiro

Nunca considerou fazer uma gestão mais séria das suas finanças pessoais? Pois você deveria começar a fazer isso desde já! Uma boa gestão financeira só pode lhe trazer vantagens. Não seria ótimo não ter mais surpresas desagradáveis quando a fatura do cartão chega? E não ter que pagar juros por entrar no limite do cheque especial? Isso sem contar na segurança de ter um dinheiro investido para o futuro ou mesmo para a realização de um sonho como morar fora, comprar uma casa, fazer uma viagem, trocar de carro…

 

Ficou animado mas tem medo de não conseguir? Pois pode deixar essa preocupação pra lá! Reunimos nesse post algumas dicas simples, que você pode colocar em prática agora mesmo, e capazes de lhe ajudar a ter uma relação muito melhor com o seu dinheiro. Confira:

Continuar Lendo

29 de setembro de 2017

Novas empresas querem mudar cobrança de dívida

O conceito de cobranças de dívidas tem mudado com o tempo, e novas empresas estão contribuindo para essas mudanças. E, segundo o Valor Econômico, QueroQuitar faz um trabalho de destaque entre estas empresas. O objetivo é ajudar um cliente devedor a chegar a um acordo com seu credor por meio de uma negociação que se difere do padrão usual. “Não falamos em cobrança nem em negativação, queremos resolver o problema das partes eliminando os conflitos”, palavras de Marc Lahoud, fundador da QueroQuitar.

 

Veja notícia completa

26 de setembro de 2017

Domingo Show – Quero Quitar

Ajudar você a conseguir quitar suas dividas é o nosso objetivo. Participamos do Domingo Show e melhoramos a vida financeira da família do jovem sambista, que com nossa ajuda conseguiu quitar a divida de seu avô. Não ficamos apenas nas promessas como muitas outras empresas, nós, de fato, proporcionamos as melhores condições para você poder quitar seus débitos!

 

 

mautic is open source marketing automation