Você sabe como funciona o acordo parcelado para o pagamento de dívidas?

Você sabe como funciona o acordo parcelado para o pagamento de dívidas? Entenda melhor como funciona este parcelamento para que você possa quitar suas dívidas e ter , novamente, crédito e tranquilidade:

É muito comum que o recebimento do décimo terceiro salário motive muitas pessoas a pagar dívidas que estão pendentes. Porém, algumas vezes, o valor é muito maior do que inicialmente, devido aos juros, multas e outras taxas que podem estar incluídas em sua dívida. Mas é preciso agir e começar a se planejar para quitar o máximo de dívidas possível, e uma destas possibilidades é o acordo parcelado para o pagamento de dívidas.

Confira abaixo nossas dicas para você fechar o melhor acordo possível para parcelamento de dívidas.

O que é o acordo parcelado para pagamento de dívidas

O acordo parcelado para pagamento de dívidas pode ser entendido como um meio de se extinguir uma dívida já existente e que, normalmente, está em atraso, porém com algumas condições diferenciadas.

Tome cuidado, por a extinção de antiga dívida, levará a criação de uma nova, com datas, condições e valores que irão valer a partir da data de assinatura do acordo, ou seja, ela passa a existir a partir deste momento.

O que acontece no pagamento da primeira parcela?

Fique atento, pois com o pagamento da primeira parcela, seu nome deverá estar liberado de cadastros negativos, entre eles o Serviço de Proteção ao Crédito ( SPC ) e o SERASA, já que o prazo legal para a retirada dos dados do devedor é de 5 dias úteis, a partir da assinatura do contrato, sob pena de sanções para a empresa que não realizar tal ajuste.

É importante que você verifique se não há mais restrições em seu nome, já que esta nova dívida não ter estar ligada, de forma alguma à dívida anterior, e você não poderá ter seu nome nos órgãos de proteção enquanto estiver pagando a renegociação em dia. Mas cuidado, lembre-se que, em casos de atrasos ou não pagamentos você pode passar por dificuldades de novo. Então o que fazer?

Planeje suas finanças

Antes de renegociar suas dívidas é preciso que você conheça e planeje suas finanças. Qual o valor de seus recursos financeiros, incluindo décimo terceiro e outros benefícios? Quanto você gasta por mês? Quais são as suas dividas correntes: colégio dos filhos, cartão de crédito, compras do mês e qual o seu orçamento, assim você fica sabendo quanto entra e quanto sai de recursos no seu mês e pode se planejar.

Desta forma, você poderá saber qual o valor máximo de parcela que você poderá pagar. Lembre-se é preciso todo o cuidado para não adquirir uma nova dívida que não poderá, novamente se paga.

Utilize serviços especializados

Conte com serviços especializados que além de lhe orientar financeiramente e quanto à sua dívida, procurem as melhores condições para a quitação de suas dívidas já existentes, além de privacidade nesta hora tão delicada, bem como um trabalho sério e feito sem intermediários, o que além de facilitar ainda torna tudo mais rápido e seguro.

Você viu que o acordo parcelado é um processo relativamente simples e que lhe ajuda a retirar as restrições de seu nome em órgãos como SPC e SERASA, além disso, lhe permite uma renegociação de prazos e juros, o que pode lhe ajudar em uma situação de emergência.

Em nossa plataforma você pode negociar online de forma rápida e prática e fechar um acordo parcelado para quitação de dívidas em atraso.

Deixe suas dúvidas e comentários abaixo: