Vale mais a pena quitar o financiamento ou adiantar as parcelas?

O endividamento é uma causa frequente de preocupação para consumidores. Seja porque a situação financeira mudou ou porque não foi feito um planejamento financeiro prévio. Às vezes as dívidas saem do controle e, quando temos dinheiro extra, o primeiro pensamento é: vou quitar o financiamento!

Essa é uma boa fórmula: fazer um trabalho extra ou receber o 13º e usar esse dinheiro livre para saldar um financiamento. Mas é importante decidir o que vale mais a pena: quitar o financiamento ou adiantar as parcelas. Para te ajudar a resolver essa questão, criamos este post com algumas informações importantes sobre o assunto. Confira!

Quando quitar o financiamento?

Antes pensar em quitar seu financiamento, você deve saber se tem uma reserva para imprevistos — uma reserva de aproximadamente três vezes o valor do salário é praticamente uma obrigação para evitar passar apertos inesperados.

Além disso, é preciso saber quais são as dívidas que você tem no cheque especial e no cartão de crédito. Essas são as duas modalidades de crédito com juros muito altos. Se você quiser quitar um financiamento, certifique-se que esses débitos estão pagos. Vale mais a pena quitá-los primeiro e deixar o acerto de outras dívidas para depois.

Há desconto quitando essas dívidas com antecedência? Algumas situações não valem a pena, como é o caso do financiamento imobiliário. Sendo assim, é melhor usar o dinheiro de outra forma.

Ainda é preciso saber se os juros são mais altos que os de investimentos. Há financiamentos com taxa de juros mais baixas que o retorno de investimentos em que você pode aplicar seu dinheiro. Novamente, o financiamento imobiliário pode ser um exemplo disso. Com taxas que podem estar na faixa de 6% ao ano, ele tem juros mais baixos que várias aplicações. Então é mais vantajoso investir o dinheiro e continuar pagando as parcelas na data certa.

É melhor quitar o financiamento ou adiantar parcelas?

Essa é uma outra dúvida comum, e precisamos avaliar cada caso. Considere as vantagens de cada opção e veja qual se adapta mais à sua realidade.

Quitando o financiamento, você se livra da dívida e do compromisso mensal. Se você já avaliou as questões que falamos antes e decidiu que vale a pena, ótimo! Vá em frente! Mas quando não se tem o valor total disponível para quitar, você pode usar o seu dinheiro para diminuir o saldo devedor do empréstimo de duas formas:

  • Diminuindo o valor das parcelas mensais.
  • Diminuindo o prazo, antecipando o pagamento de parcelas.

Novamente, avalie sua situação e decida qual é a melhor opção para você.

Vale mais a pena reduzir ou antecipar parcelas?

Usando seu dinheiro para amortizar o prazo, você antecipa as últimas parcelas. Lembre-se que a parcela do próximo mês não vai sumir. Então, se seu orçamento estiver muito pesado, talvez seja melhor reservar esse dinheiro e pagar as parcelas na data de vencimento, ficando um tempo sem preocupações.

Na redução do saldo devedor, o valor base para o cálculo é sua dívida original. Se você antecipar as últimas parcelas, os juros que deveriam ser pagos são drasticamente reduzidos, pois o tempo de empréstimo foi diminuído.

Entretanto, se você decidir diminuir o valor da sua parcela mensal, uma parte desses juros ainda vai correr e o desconto será menor. Essa opção só vale a pena se você quiser diminuir suas contas mensais.

Os juros são descontados integralmente no pagamento antecipado?

Segundo a norma BACEN 3.516/07, apenas uma parte dos juros é descontada. O cálculo é feito considerando a taxa de juros contratada, subtraída da diferença entre a SELIC das datas de pagamento e da liquidação: se ela estiver mais alta que estava quando o empréstimo foi contratado, seu desconto será maior.

De toda forma, analise cada situação e decida o que vai ser melhor para o seu bolso. Assim como o planejamento é necessário para tudo, no pagamento de dívidas, ele também precisa estar presente.

Agora que você já sabe decidir se vale mais à pena quitar o financiamento ou antecipar suas parcelas, deixe um comentário contando a sua experiência!