Saindo do vermelho na prática: 5 meios de negociar sua dívida rapidamente

O fácil acesso ao crédito com juros altos e a falta de educação financeira são dois motivos bem comuns para o surgimento de dívidas. Para resolver essa situação, caso tenha muitas, não há outra maneira senão renegociá-las.

Além de trazer muitas vantagens para o consumidor, negociar a dívida pode proporcionar taxas de juros mais agradáveis e até reduzir o valor da despesa.

Por isso, no post de hoje, juntamos alguns dos melhores meios para negociar a suas dívidas. Acompanhe!

1. Separe o quanto pode pagar por mês

Aqui, o consumidor deve analisar todas as suas despesas, sejam elas fixas ou variáveis e descobrir o quanto desse montante será para o pagamento dos débitos. Com o valor em mãos, é mais fácil entrar em contato com os credores e chegar a uma negociação de acordo com a sua condição.

Aproveite para avaliar se não é possível quitar algum gasto supérfluo ou vender algum bem para obter mais renda. Se tem algum investimento ou reserva, agora é o momento de usá-lo para complementar o seu montante.

2. Defina a estratégia para renegociar as suas dívidas

Agora que você já sabe o quanto pode pagar, negociar com o credor será mais fácil. Pegue um papel e detalhe quais serão os seus argumentos para fechar um acordo. Não se esqueça de utilizar documentos que comprovem suas considerações.

Fazer uma lista de perguntas para a hora da negociação é um bom jeito de começar. Você pode perguntar, por exemplo, quais são os descontos disponíveis, se é possível reduzir o preço se o pagamento for à vista etc.

Caso não esteja certo sobre o acordo, peça a proposta por escrito, leve para casa e a análise com cuidado para chegar a uma melhor decisão.

3. Renegocie todas as suas dívidas ao mesmo tempo

Para aqueles que possuem mais de uma dívida, uma das formas de agilizar o processo é procurar negociá-las em um mesmo momento. Dessa forma, além de saber o valor total de todas as suas despesas, você será capaz de se programar e ajustar o seu orçamento para quitá-las de uma vez só.

4. Participe de feirões de negociação

Esse tipo de evento é uma excelente maneira de conseguir bons acordos e ainda obter uma assistência das empresas de proteção ao crédito.

Todo ano, a Serasa, por exemplo, costuma realizar feirões tanto presenciais, na cidade de São Paulo, quanto online para todo o país. Eles oferecem condições especiais de pagamento e bons descontos.

O acordo é feito diretamente entre o credor e o consumidor. O único problema é que só acontece uma vez por ano.

5. Utilize plataformas online para negociações de dívidas

Um dos grandes benefícios que a internet oferece é a facilidade de resolver os nossos problemas sem sair de casa. Isso não é diferente quando se trata de dívidas.

Os canais online para renegociação têm ao seu favor a disponibilidade de, a qualquer momento, o consumidor entrar em contato com o credor. Muitos costumam oferecer um espaço interativo e descomplicado em que qualquer pessoa pode entrar.

Um bom exemplo, é o Quero Quitar. Um site gratuito em que é possível, apenas com o seu CPF, entrar em contato com os credores e fazer um acordo imediato, definindo propostas e até pagando à vista.

Gostou de saber sobre como negociar a dívida rapidamente? Está precisando fazer um acordo para resolver suas despesas? Utilize os serviços do Quero Quitar e solucione as suas dívidas!