Loader
QueroRenda_54

4 dicas para economizar no seguro veicular

O seguro veicular é o tipo de serviço que as pessoas pagam torcendo para não usar. Apesar disso, a gente sabe a importância de priorizar a proteção do automóvel e evitar maiores dores de cabeça em caso de roubo ou acidente, por exemplo. Quando falamos em seguro é sempre melhor prevenir do que remediar.

Com o preço dos carros novos cada vez mais alto, o seguro fica maior também, uma vez que o cálculo é feito a partir da tabela do modelo sugerida pela montadora, independemente se você adquiriu o carro por financiamento, fez empréstimo e pagou à vista ou usou uma carta de crédito de consórcio. No entanto, ainda assim, existem algumas formas de tornar o seguro do seu veículo mais baixo na hora da contratação, confira:

Procure reduzir riscos

Parte do valor do seguro veicular está totalmente ligado a “quão seguro o seu veículo estará no dia a dia”. Se você costuma deixar o carro estacionado na rua durante todo o dia/noite, o valor do seu seguro será maior. Portanto, reduza o seu risco: procure por estacionamentos ou até mesmo alugue uma garagem antes de procurar o seguro, assim, a partir do seus hábitos o valor do serviço pode diminuir.

Nesse caso, vale um alerta: não minta para conseguir desconto no seguro. Afinal, se algo acontecer e for preciso acioná-lo, todas as informações serão verificadas e, caso não sejam confirmadas, você terá problemas para receber a indenização.

Evite contratar serviços extras

Toda seguradora conta com várias opções de serviços extras que acabam encarecendo o valor total do seguro. Um exemplo disso são os serviços de socorro mecânico a longas distâncias e a disposição de um carro extra. Não são opções que não valem a pena, muito pelo contrário, são bastantes importantes; mas nem sempre fazem sentido para realidade.

Se você usa o carro apenas dentro da cidade, nunca usará o serviço de socorro a longas distâncias. O mesmo se aplica ao carro extra: usar aplicativos de carro não sairia mais em conta no fim do mês?

Existem pessoas que pensam que seguro veicular é dinheiro jogado fora; mas em todo caso é melhor prevenir do que remediar.

Observe a cláusula de danos a terceiros

A cobertura de danos a terceiros é opcional no seguro veicular. Caso o titular provoque um acidente, esta cláusula determina o quanto a seguradora deve conceder aos terceiros envolvidos na situação. Lembra que todo mundo paga seguro para não usar? Mas, em casos como estes, é sempre melhor ter o seguro para ajudar a pagar a dívida de danos a terceiros.

Portanto, fuja da tentação de ignorar essa opção, afinal, o barato pode sair caro se você bater em um automóvel importado, por exemplo.

Prêmio ou franquia?

No seguro automotivo existem dois tipos de reembolso por parte do segurado. O prêmio é o “preço” do seguro, o valor pago pela cobertura ao longo de um ano. Já a franquia é uma participação que o segurado paga somente quando ocorre um sinistro e o seguro é acionado, ou seja, o titular vai arcar com uma parte do prejuízo, e o que exceder esse valor a seguradora irá pagar.

Analise as duas opções e escolha, afinal, nunca temos certeza dos riscos e todos estamos sujeitos a situações ruins. Sabemos que contratar um seguro é sinônimo de segurança, mas também pode ser sinônimo de economia.

Esse conteúdo foi produzido pelo site:

ContaEspecialista-Logo-2

Artigos relacionados

Qual a importância do seguro? Imagine um acidente de trânsito. Com seguro, você é reembolsado pelo valor do veículo, após pagar a franquia. Sem seguro, não....

O seguro veicular é o tipo de serviço que as pessoas pagam torcendo para não usar. Apesar disso, todos sabemos a importância de priorizar a proteção do automóvel e evitar maiores dores de cabeça em caso de roubo ou acidente, por exemplo....