Quero ser rico: por onde começar?

Muitos sonham em ter a tão desejada independência financeira. Isso parece ser mais simples para algumas pessoas, enquanto outras vivem em meio às dívidas e não conseguem sair do vermelho. Ser rico não é apenas questão de ganhar bem, mas de ter disciplina, conhecimento acerca de investimentos, saber planejar suas finanças, traçar metas e se empenhar para alcançá-las. Quero ser rico: por onde começar?

Afinal, de que adianta ter um bom salário se você não souber administrá-lo? Quer aprender a gerenciar sua renda e melhorar sua vida financeira?

Acompanhe o post de hoje para alcançar a riqueza que você tanto sonha!

Coloque suas dívidas no papel.

Dívidas prejudicam bastante o seu orçamento. Por isso, o primeiro passo é listá-las e saber o quão endividado você realmente está.

A partir disso, é necessário refletir sobre quais possibilidades você possui para sanar estas despesas que se acumularam. É importante que você não se endivide ainda mais neste processo.

Evite ser exageradamente consumista e espere o momento certo de adquirir bens materiais. É um grande erro consumir sem se planejar antes. Comprar eletrodomésticos, um smartphone top de linha ou o carro dos seus sonhos em várias prestações lhe deixará ainda mais longe de conseguir a liberdade financeira.

Aprenda a poupar dinheiro.

Comece a poupar uma certa quantia por mês. Você pode estabelecer um valor fixo para poupar mensalmente, por exemplo: poupar 200 reais todo mês.

Ou então, há a opção de poupar um valor que seja relativo à sua renda: se o seu salário é de R$ 3000,00 ao mês, você pode poupar 10% dele, ou seja, 300 reais por mês. Para que você não caia na tentação de gastar o seu dinheiro, assim que ele cair em sua conta, separe a quantia que você estabeleceu como poupança.

Se você for uma pessoa muito consumista e não conseguir se controlar, uma ótima opção, mesmo que pareça ser impossível, é abrir mão de seu cartão de crédito. Assim, ficará mais fácil de controlar suas finanças.

Organize seus investimentos.

Uma boa maneira de organizar suas finanças é por meio de planilhas. Questione-se: onde você investe seu dinheiro?

Qual é o percentual investido? Qual é a margem de lucro?

É necessário saber quais tipos de investimentos são mais rentáveis e oferecem riscos menores. Caso você tenha problemas em fazer isso sozinho, não hesite em procurar por um consultor financeiro para ajudar.

Tenha conhecimento financeiro.

Manter-se informado sobre finanças pessoais e estudar sobre financiamentos é primordial. Você não precisa ser nenhum gênio em matemática para fazer isso. Basta ter força de vontade e utilizar planilhas para auxiliar em seus cálculos.

É importante, também, utilizar a internet a seu favor. Leia blogs sobre economia, revistas, livros ou invista em cursos online sobre o assunto.

Certamente, isso fará muita diferença em tomadas de decisão. Ao investir em conhecimento financeiro, você terá mais consciência acerca de sua renda e focará em alternativas de empregar o seu dinheiro de formas rentáveis.

Seja racional.

Sabemos como é bom ver que nossos esforços começaram a dar frutos. Ganhar dinheiro pode nos deixar eufóricos e, infelizmente, muitos possuem uma tendência gananciosa.

Isso atrapalha, pois atitudes irracionais e arriscadas podem ser tomadas e, consequentemente, é possível perder dinheiro desta maneira. Portanto, mesmo que você comece a lucrar mais do que esperava, mantenha seus pés no chão e continue buscando por uma maior estabilidade financeira.

Paciência é a palavra chave.

Sejamos sinceros: não há um caminho fácil e rápido para enriquecer. Então, não acredite em esquemas e investimentos que lhe prometem isso, pois são pura enganação.

Há muitos golpistas soltos por aí que se aproveitam da inocência e ganância alheia. Portanto, não se deixe enganar! Para ganhar dinheiro, só há um caminho seguro: esforçar-se e planejar-se.

Este post lhe foi útil? Quer saber mais sobre como organizar o seu orçamento?

Clique aqui para tirar outras dúvidas e conseguir conquistar a riqueza e liberdade financeira!