Como cobrar clientes que não pagam?

Para muitos empreendedores, uma das situações mais difíceis é a cobrança de dívidas. Existe o medo de ser desagradável e de perder o cliente. Como cobrar clientes que não pagam?

Realizar a cobrança de clientes inadimplentes é necessário para manter a solvência e evitar prejuízos para sua empresa. Existem consumidores que realmente não são pontuais, aqueles que são muitos “esquecidos” e aqueles que não pagam porque não podem (antes, é possível que tenham sido pontuais).

Como lidar com esses clientes? Veja como cobrá-los sem causar constrangimento ou perdê-los definitivamente!

Pedir um sinal

Essa é uma medida preventiva e bastante útil também para as médias e grandes empresas. Se a equipe de cobranças já sabe o perfil do cliente, pode-se vender sob a condição de adiantamento.

O método não deve ser aplicado, no entanto, a todos os consumidores – de maneira a causar insatisfação nos clientes pontuais.

Definir datas fixas

É recomendável fixar datas fixas para o recebimento das vendas/serviços, como acontece em escolas e academias. A dica é excelente para empresas que trazem uma clientela vasta.

Escolha uma data que seja adequada aos clientes e à empresa (a partir do dia 10 ou 12 do mês já é uma boa escolha, visto que os funcionários e aposentados já receberam seu salário). Também pode dar um prazo adicional para pagamentos sem multa, como 5 dias a mais — é uma forma de ser flexível e, quando o consumidor receber a cobrança, não poderá reclamar.

Controlar prazos

Não se precipite para cobrar, nem deixe o tempo passar livremente. Estabeleça um prazo aproximado para iniciar a cobrança, mas considere o perfil do cliente também. Pense, como regra geral, que 10 dias de atraso é o prazo máximo de espera que pode suportar e, então, comece a cobrar (considere esse prazo após os dias de prorrogação, caso a ofereça).

Enviar mensagens

Passado o prazo, você poderá enviar lembretes via e-mail, ligação telefônica, carta ou por mensagens privadas no Facebook. É uma forma diplomática de cobrar, sem ser agressivo demais no primeiro contato!

Falar pessoalmente

Dependendo da reação do cliente ao primeiro contato, talvez seja necessária uma abordagem pessoal. Convide-o à sua empresa.

Quando estiver falando com ele, procure se manter calmo e educado, não tente intimidá-lo, mas seja firme. A forma de abordagem dependerá também do perfil do cliente. Só fale sobre a dívida em particular, ofereça opções de pagamento e desconto e sempre encerre a conversa de forma amigável.

Cobrar on-line

É possível fazer cobranças de modo rápido e amigável, evitando constrangimentos e com alta privacidade e segurança, por meio de softwares de automação, como a do QueroQuitar. Caso a cobrança seja feita por uma equipe que use um discurso mais agressivo, pode-se colocar tudo a perder – e persistir a inadimplência do consumidor, além de gerar um descontentamento inútil para a melhor solução do caso. A cobrança on-line feita desta maneira permite fazer negociações e lançar propostas, facilitando acordos de pagamento.

Usar sites especializados

Existem sites específicos para pagamento, como PayPal e PagSeguro. Com eles, a segurança em receber o pagamento é maior.

O dinheiro será depositado em sua conta e, muitas vezes, nem será preciso entrar em contato íntimo com o cliente. Poderá efetuar vendas a prazo ou mesmo à vista, conforme preferir.

Esses sites são utilizados por muitas empresas e pessoas físicas. A vantagem é que cobram comissões baixas, que não interferem na rentabilidade da venda.

Há muita inadimplência em sua empresa? Como esta lidando com os clientes?

Já aplica alguma dessas dicas? Compartilhe suas experiências com outros empreendedores e não se esqueça de assinar a nossa newsletter, pois assim terá sempre novidades para receber em seu e-mail!